Programação de computador e sua rica história

Se é a história da programação que precisa ser recontada, então é seguro começar uma conta com o mecanismo de diferença de Charles Babbage em 1822. Mesmo na época em que os computadores eram tão simples, eles ainda precisavam de instruções para que eles serão capazes de realizar as tarefas que lhes são atribuídas. Esse conjunto de instruções é conhecido hoje como programação de computador.

Durante a era do motor de diferença, as engrenagens precisavam ser trocadas manualmente, o que resultaria nos cálculos sendo feitos. Tudo isso mudou quando os sinais de eletricidade substituíram o movimento físico pela máquina de 1942 do governo dos EUA chamada ENIAC. O conceito de aceitar programação também foi seguido por esta máquina.

Para tornar a programação mais rápida, dois conceitos vitais que influenciaram diretamente as linguagens de programação foram desenvolvidos em 1945 por John Von Neumann, que estava então no Institute for Advanced Study. O primeiro conceito era conhecido como método de programa compartilhado. Esse conceito determinava que o hardware não precisava ser complexo e não precisava ser conectado manualmente para todos os programas. Instruções intrincadas foram usadas para controlar este tipo de hardware, o que tornou a reprogramação mais rápida.

O segundo conceito, chamado de "transferência de controle condicional", deu origem a blocos de código que podem ser usados mesmo em ordens diferentes ou nas chamadas sub-rotinas. A próxima parte do conceito foi uma ramificação lógica. Com isso, nasceu o conceito de ter blocos de código que podem ser usados e reutilizados.


Em 1949, a linguagem do código curto foi lançada. Tornou-se a mãe da linguagem de computador dos dispositivos eletrônicos. Com esta linguagem, o programador foi obrigado a usar 0s e 1s em vez das declarações usuais. 1951 marcou o aparecimento do compilador chamado A-0 por Grace Hopper. Este programa traduziu todos os 0s e 1s para o computador. Isso deu lugar a uma programação muito mais rápida.

FORTRAN (FORmula TRANslating System) foi introduzido em 1957 e também foi a primeira linguagem chave. Ele foi projetado para a IBM para computação científica. Este idioma inclui as instruções GOTO, DO e IF. O forte do FORTRAN não era a computação de negócios, no entanto. Era um bom programa para manuseio de números, mas não para cálculos de negócios.

O COBOL foi então desenvolvido em 1959. Ele foi projetado como uma linguagem de negócios. O programa do COBOL era comparável a um ensaio onde há 4-5 seções que abrangem um todo principal. Isso tornou mais fácil estudar.

A linguagem LISP (desenvolvida para o estudo da inteligência artificial), também conhecida como Cambridge Polish, foi desenvolvida em 1958 por John McCarthy. Esta linguagem de programação é altamente abstrata e específica, por isso ainda é usada hoje. O LISP pode armazenar listas e modificá-las por conta própria.

Nesse mesmo ano, foi produzida a linguagem Algol. Esta se tornou a mãe da linguagem Pascal, C e C ++, e também Java. Algol também teve a primeira gramática apropriada, chamada de forma Backus-Naar ou BNF. Algol 68, que era a próxima versão, era uma versão mais difícil de usar. Devido a essa dificuldade, Pascal passou a existir.

Niklaus Wirth introduziu a língua Pascal em 1968. Era um meio necessário de ensino na época. Era uma combinação das seguintes linguagens: ALGOL, FORTRAN e COBOL. Foi também o Pascal que melhorou a forma de dados do ponteiro. Sua queda foi causada pela falta de grupos variáveis. Modula-2 então apareceu, mas C já era popular entre muitos usuários.


C de Dennis Ritchie (1972, usado pelo Unix) era comparável ao Pascal, mas seus precursores foram o B e o BCPL. Também está sendo usado em Windows, Linux e MacOS. OOP (Programação Orientada a Objetos) foi desenvolvido na década de 1970 até a década de 80. Isso se desenvolveu na linguagem C ++ em 1983. Essa linguagem pode manipular muitas tarefas ao mesmo tempo. Este também é o curso de idiomas escolhido em Ciência da Computação AP. Em 1987, Perl (Practical Extraction and Reporting Language) foi desenvolvido.

O Java logo surgiu em 1994. Ele ainda tem muitos objetivos a atingir, especialmente com seus programas de execução lenta. Mas há grandes esperanças de que muito se reserva no futuro para esse idioma. A Microsoft também desenvolveu o VB ou Visual Basic que usa widgets e agora são amplamente usados.

O futuro reserva muitos mais desenvolvimentos para a programação de computadores. Pode ter começado com um método bruto, mas olhando para as línguas em uso hoje, houve tantos desenvolvimentos que só podemos nos perguntar quais "impossibilidades" poderiam ser tornadas possíveis muito em breve.

O Futuro está aí!
Se desenvolva na área de TI e garanta um salário de R$15.000 por mês. Se cadastre abaixo para ficar a par de todas as novidades
THANK YOU FOR SUBSCRIPTION
Our service is astonishingly thin and light.
O Futuro está aí!